A natureza é importante

A biodiversidade é a variedade de vida na Terra. Esta teia de seres vivos está na base da natureza, limpando a água que bebemos, polinizando as nossas culturas, purificando o ar que respiramos, regulando o clima, mantendo os nossos solos férteis, proporcionando-nos medicamentos e fornecendo muitos dos blocos básicos da estrutura da indústria.

Mas estamos a perder a natureza mais do que nunca

Todos os cientistas concordam: estamos a perder a natureza mais do que nunca, em todas as partes do mundo. Esta perda está estreitamente relacionada com as alterações climáticas, e faz parte de uma crise ecológica mais geral. Os efeitos da perda de biodiversidade já existem e irão piorar se a tendência se mantiver.

Sabia que…

  • A ação humana já alterou de modo significativo três quartos do ambiente terrestre e dois terços do ambiente marinho.
  • A extração e o processamento de materiais, combustíveis e alimentos são o motivo de 90% da perda de biodiversidade e de metade de todas as emissões de gases com efeito de estufa.
  • Atualmente seriam precisas 1,6 planetas Terra para satisfazer as exigências que fazemos à natureza em cada ano.

Então, por que estamos a perder biodiversidade?

Perda de habitats, sobrexploração, alterações climáticas, poluição e invasão de espécies exóticas contribuem para a perda de biodiversidade. Mas a causa subjacente é a existência de atividades humanas insustentáveis. A nossa procura de novos recursos está a causar a desflorestação, alterando os padrões de uso da terra e destruindo habitats naturais em todo o mundo.  

Na Europa, a principal causa da perda de biodiversidade é a alteração do uso da terra. As práticas agrícolas e silvícolas tornaram-se mais intensivas, com mais aditivos químicos, menos espaço entre os campos e menos variedades de culturas. Esta falta de variedade significa muito menos insetos, por exemplo, e consequentemente menos aves.

As cidades e as zonas urbanas também se expandiram imenso, deixando menos espaço para a natureza. E quando as terras cultivadas e o desenvolvimento urbano não deixam espaço para a natureza, o resultado é a perda de biodiversidade.

Mas é realmente importante?

A perda de biodiversidade é perigosa para a nossa sociedade e para a nossa economia. É:

  • uma questão empresarial, porque o capital natural fornece recursos essenciais para a indústria;
  • uma questão de segurança, porque a perda de recursos naturais, especialmente em países em desenvolvimento, pode gerar conflitos;
  • uma questão climática, porque a destruição dos habitats naturais acelera o aquecimento global;
  • uma questão de segurança alimentar, porque os polinizadores têm um papel fundamental no nosso sistema alimentar;
  • uma questão ética, porque a perda de biodiversidade prejudica sobretudo os mais pobres, agravando as desigualdades;
  • uma questão intergeneracional, porque estamos a roubar um recurso vital aos nossos descendentes;
  • uma questão moral, porque não devemos destruir o planeta vivo;
  • uma questão de saúde, porque a natureza melhora a qualidade do ar, reduz a exposição a poluentes e arrefece as nossas cidades.

Sabia que…

  • Até 300 milhões de pessoas já correm um risco mais elevado de inundações e de furacões devido à perda de habitats costeiros e de proteção
O que você pode fazer?
Generic placeholder image

Como podemos parar esta perda?

Os cientistas dizem que os próximos 10 anos são cruciais. Precisamos de mudanças profundas na forma como vivemos, desde o nosso sistema de energia e o modo como usamos a Terra, até aos edifícios, cidades, transportes e alimentos, para atingir uma redução de perto-de-zero emissões até 2050 ou mais cedo. O Acordo Verde Europeu é a resposta da UE a esta crise.

A maioria das tecnologias necessárias já existem, mas temos de as usar de modo mais alargado. Temos de as implementar rapidamente, de usar fontes de energia mais limpas, de reduzir a desflorestação, de gerir melhor a terra e de mudar para uma agricultura sustentável.  Mais empresas têm de compreender que dependem dos recursos naturais para alimentos, fibras e materiais de construção. Têm de adotar modelos para o consumo e a produção que apoiem a conservação e a utilização sustentável da biodiversidade.

O que é que a Europa está a fazer para resolver o problema?

Como parte do Novo Acordo Verde, a Europa está a assumir um compromisso sólido em relação a três prioridades numa nova estratégia de biodiversidade: proteger a biodiversidade contra danos futuros, reparar os danos que já existem e garantir que a preocupação com a biodiversidade é um ponto central de todas as outras áreas políticas relevantes.

Ao nível internacional, a UE é um apoiante importante da proteção da biodiversidade e da utilização sustentável dos recursos naturais. Aplica mais de 350 milhões de euros anualmente na biodiversidade em países em desenvolvimento através de programas focados diretamente na biodiversidade e de programas de generalização da biodiversidade noutros setores. Por exemplo, em 2018, a UE financiou 66 áreas protegidas em 27 países na África subsariana.

A Europa pretende que os líderes mundiais cheguem a acordo sobre um objetivo global de proteção da biodiversidade em Kunming ( China), na primavera de 2021. Seria equivalente à meta de Paris de 1,5 °C. Este décimo quinto encontro da Convenção sobre Biodiversidade (CBD COP 15) vai analisar o progresso mundial em relação às metas atuais de biodiversidade e aumentar o grau de ambição para os próximos dez anos.

Generic placeholder image

O que posso fazer?


Cidadãos

  • Saia e desfrute da natureza! Visite um local Natura 2000 perto de si
    https://natura2000.eea.europa.eu/#
  • Contribua para um projeto científico de cidadãos
  • Verifique até que ponto a legislação de proteção da natureza da UE está implementada no seu país (consulte a secção relevante do relatório)
    https://ec.europa.eu/environment/eir/country-reports/index_en.htm
  • Vigie o seu consumo de recursos. Tenha consciência do impacto das escolhas do seu estilo de vida sobre a natureza, aceite um dos desafios e faça uma mudança
    https://www.anatomyofaction.org/
  • Pressione os responsáveis pela definição de políticas. Apele aos líderes mundiais para definirem um acordo sólido e ambicioso para a proteção e a recuperação da natureza em outubro de 2020 em Kunming, na China
    https://explore.panda.org/voice

Empresas

Muitas empresas já reconhecem a importância de avaliar, valorizar e assumir a responsabilidade pelo respetivo impacto e dependência em relação ao capital natural e aos serviços de ecossistemas. Compreendem o modo como isto pode ajudá-las a avaliar os riscos financeiros e a dotá-las de uma métrica de sustentabilidade abrangente para o século XXI.

As vantagens para as empresas incluem:

  • viabilidade a longo prazo dos modelos empresariais;
  • economia de custos;
  • aumento da eficácia operacional;
  • maior participação no mercado;
  • acesso a novos mercados, produtos e serviços;
  • cadeias de fornecimento previsíveis e estáveis; e  
  • melhores relações com intervenientes e clientes.

Os precursores financeiros europeus estão a desenvolver metodologias para medir o respetivo impacto ao nível do portefólio.

Mais empresas têm de adotar modelos para o consumo e a produção que apoiem a conservação e a utilização sustentável da biodiversidade. Uma abordagem favorável à biodiversidade vai gerar boa vontade nos clientes, trazendo novas oportunidades comerciais para todos.

Junte-se à plataforma de empresas e biodiversidade e aprenda com as respetivas experiências: https://ec.europa.eu/environment/biodiversity/business/index_en.htm

Cidades

Participe na Semana Verde da União Europeia!

Realizar-se-ão numerosos eventos em toda a Europa entre meados de setembro e outubro. Envolverão vários desafios relacionados com a natureza e a biodiversidade.

Estes eventos vão dar-lhe a oportunidade de trocar opiniões, de aprender e de se pronunciar sobre as questões que são importantes para si. Porque não participar num evento perto de si ou acompanhar #EUGreenWeek nas redes sociais?

Também pode acompanhar a Conferência de Bruxelas através da Internet.

Our principal priority is the health, safety and wellbeing of our speakers, moderators, exhibitors and participants, and so we have been monitoring the situation concerning the coronavirus disease (COVID-19) outbreak constantly. Due to the current situation and restrictions, it has been decided that EU Green Week 2020 will be available exclusively online.

You will have the opportunity to join the EU Green Week in a new immersive virtual experience. Not only will you be able to watch all the sessions live and interact with the speakers, but you will also have the possibility to explore the exhibitions and network with the other attendants just as if you were there !
The virtual event platform will be soon open - all you have to do is to register and you will gain access to the event from your home or office.
If you are interested in attending the virtual event, you can leave your e-mail address here and we will contact you as soon as the registration platform is available.